domingo, 17 de novembro de 2013

CP, 155

Procura-se um amigo, um amigo a qualquer hora
Que queira dividir comigo o pontilhar dessa viola...
A cumplicidade de um olhar..um carinho no seu colo
E o encanto de amar.

Precisa-se um amigo para dividir comigo
Uma serenata ao luar...
Uma taça de vinho...e o direito de sonhar.
Que ouça meu silêncio
Entenda meus desejos e esse medo de amar.

Quem encontrar meu amigo ..peça-o pra me procurar
Pra responder meus e-mails ou quando eu telefonar.
Diga-lhe que ele é importante

Que traz o arco – íris no olhar ..
 que não se sinta obrigado
A realizar os sonhos que eu sonhar!

Aviso de direitos autorais


Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...