domingo, 29 de setembro de 2013

Ex (posição)

A paleta parecia ter vida própria. Os pincéis moviam-se numa precisão,até então, desconhecida. A tintas sobre a tela adquiria tons sobrenaturais, humanos até! O sangue misturava-se às cores e escorria lentamente por entre os alvos dedos do apaixonado pintor. Apaixonado não pela vida, porque desta já desistiu faz tempo! Apaixonado pela sua arte, porque foi tudo que lhe restou quando lhe tivera furtado até mesmo as esperanças.!
Agora, enclausurado no tempo e por tempos, esquece-se do viver e vive pra esquecer. Transfere a cada pincelada a vida imanente que ainda insiste em pulsar e os sonhos que não vivera, enquanto definha-se lentamente, entre as últimas cores da aurora.

Aviso de direitos autorais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...