sábado, 24 de novembro de 2012

Entre pausas



segue a vida:
escondida
esculpida
em lacunas do tempo
esquecida!

Nas esquinas vazias
nas noites escuras
em letras e rimas
frias molduras:
do medo
da dor
do segredo
distante amor!

Por entre notas
construo rotas
tortas

portas
:do eterno aprender.

Frio-destino
sorriso-menino...
Tronco-raiz
:cicatriz!


3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. É fato! A Poesia em ti revela-te mais que lírica - onírica. Entre pausas da vida notarás que o medo e a dor podem ser domados. Já desvendaste o segredo - notas tortas também fazem parte da sinfonia do amor e o frio destino há de ser aquecido, pois esse mesmo Amor é a única força capaz de colocar teu intenso coração feminino em delirante e necessário desatino.

    Beijos, talentosa poetisa!

    p.s: Sempre um prazer ler seus textos.
    p.s 2: o comentário anterior foi deletado,
    pois cometi erros de digitação rs.rs.rs.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...